Nada Te Pertube



Nada te perturbe, 
Nada te espante,
Tudo passa,
Deus não muda,
A paciência tudo alcança;
Quem a Deus tem Nada lhe falta:
Só Deus basta.

Eleva o pensamento,
Ao céu sobe,
Por nada te angusties, 
Nada te perturbe.

A Jesus Cristo segue
Com grande temor,
E, venha o que vier, 
Nada te espante.

Vês a glória do mundo?
É glória vã; 
Nada tem de estável,
Tudo passa.

Aspira às coisas celestes,
Que sempre duram;
Fiel e rico em promessas,
Deus não muda.

Ama-O como merece,
Bondade imensa;
Mas não há amor
Sem a paciência.
Confiança e fé viva
Mantenha a alma,
Que quem crê e espera
Tudo alcança.

Do inferno acossado
Muito embora se veja,
Burlará os seus furores
Quem a Deus tem.
Advenham-lhe desamparos,Cruzes, desgraças;
Sendo Deus o seu tesouro, 
Nada lhe falta.
Ide, pois, bens do mundo,
Ide, ditas vãs;
Ainda que tudo perca,
Só Deus basta

  

Teresa de Ávila ou Teresa de Jesus(Espanha 1515 – 1582)
publicado por o escriba às 19:33